MUITO OBRIGADO MASSOLI
Donato Guedes (*)

 


Gastão Massoli

         A história daquele garoto pobre lá do sertão do Maranhão, que virou amigo da Rainha da Inglaterra, todo mundo já sabe. Estou falando de Silvestre de Sousa.


Silvestre de Sousa - Super Stable

Ocorre que aquilo que já era do conhecimento do mundo do turfe, agora é do conhecimento do Brasil inteiro por força da matéria de grande destaque no Jornal Nacional, com a entrega do troféu pela Rainha Elizabeth ao jóquei brasileiro Silvestre de Sousa, pela conquista do seu bicampeonato da estatística lá na Inglaterra.
Todavia, a esta altura dos acontecimentos torna-se obrigatório complementar a verdadeira história desse garoto muito pobre, caçula de 10 irmãos, vivendo num lugarejo fora do mapa lá no Maranhão, um Estado miserável e saqueado pela família Sarney, que é o que eu vou fazer agora.
Antes porém vamos lembrar para quem não assistiu o Jornal Nacional de dias atrás, é só acessar no Google “Jornal Nacional” Rainha Elizabeth entrega pessoalmente a Taça pelo bicampeonato da estatística dos anos de 2016 e 2017 a um jóquei brasileiro de nome Silvestre de Sousa.
Aproveito ainda para manifestar a minha indignação contra a Globo já que o destaque daquela matéria não era o jóquei brasileiro e sim a Rainha Elizabeth, nota zero para o Willian Bonner.
Naquela reportagem Silvestre de Sousa era apenas um complemento secundário, o foco principal era a Rainha.
Feito esse brado de revolta contra a Globo voltamos agora a incrível história desse menino, hoje ídolo dos ingleses, amigo da Rainha, rico e famoso morando em um castelo lá na Inglaterra, coisa de cinema, se Hollywood souber, vai fazer o filme. 
A verdadeira história desse menino que agora já é do conhecimento nacional e até mundial começou aqui no Jockey de São Paulo onde ele era um simples faxineiro de cocheiras há uns 20 anos.
Mas como explicar essa incrível reviravolta na vida de Silvestre de Sousa, do casebre de taipa lá no Maranhão direto para o Palácio Buckinghan para tomar chá com a Rainha Elizabeth? 
E agora muita atenção caro leitor, pois vou escrever o pedacinho do filme que está faltando, e dar o nome do seu artista principal: GASTÃO MASSOLI.
Massoli naquela ocasião era o professor da Escola de Aprendizes de Jóqueis aqui em São Paulo, e penalizado pelo menino pobre lá do sertão maranhense, matriculou-o na Escola.
Palavras de Gastão Massoli: “realmente meu caro jornalista, fiquei com muita pena dele quando fiquei sabendo que o seu maior desejo era operar com sua irmã cadeirante, e como ele era muito humilde fiz a matrícula dele, obtendo ele então a sua condição de Aprendiz de Jóquei”.
Esse fato me foi narrado pelo próprio Gastão.
Como se vê, sem Massoli essa incrível história não teria acontecido, episódio esse que os jornalistas lá na Inglaterra e daqui do Brasil desconhecem.
O resto da história agora todo mundo já sabe, foi para a Irlanda e de lá para Londres onde com a ajuda de um treinador de nome David Nicholls e mais adiante de Mark Jhonston - também treinador -, começou a montar alguns cavalos obtendo assim suas primeiras vitórias, isto nos anos de 2006 e 2007.
Como Silvestre além de muito jeitoso, bonita posição, boa tocada, acabou por cair na simpatia de colegas, treinadores e proprietários culminando por se tornar o maior jóquei da Inglaterra, montando os cavalos da Rainha e bicampeão dos anos 2015-2016, até chegar finalmente ao Panteon da Glória, rico, famoso, muito querido pelos ingleses e amigo da Rainha Elizabeth.
Atualmente com 36 anos, casado com Vicky Dehan, dois filhos, morando num castelo de sua propriedade.
Conclui Massoli, fico muito feliz e orgulhoso de ter sido o autor dessa brilhante carreira, e gostaria imensamente de poder um dia abraçá-lo quando de uma visita sua ao Brasil por ocasião de rever a família.
Em nome de todos os brasileiros, muito obrigado Massoli.

* DONATO GUEDES é jornalista, advogado, foi produtor do Homem do Sapato Branco, Dercy Gonçalves na Globo, Afanázio Jazadji, repórter do grande Goulart de Andrade, e o descobridor do famoso Padre Marcelo Rossi. Donato iniciou sua carreira jornalística em Duque de Caxias, como setorista da Polícia do Jornal A Luta Democrática do legendário Tenório Cavalcanti.

 

 
 

© 2017 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.