Gávea
 
 
 

HIPÓDROMO DA GÁVEA - RIO DE JANEIRO

CANTOS Y CUENTOS, ‘DE BANDEIRA A BANDEIRA O MELHOR’
Pupilo de Teófilo Oliveira não deu susto

         CANTOS Y CUENTOS (M.C.6a.RS - Put It Back e Official Glory, por Jules), criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade do Stud Escorial, venceu praticamente de ponta a ponta a PROVA ESPECIAL PICO CENTRAL, 7º páreo de sábado, 11 de novembro, no Hipódromo da Gávea.
Desejada Poty, com Vagner Borges atento à partida, pulou na frente. No entanto, logo depois seu companheiro de número, CANTOS Y CUENTOS, assumia a liderança, com Desperado passando para a segunda posição. Desejada Poty sobrou para terceiro. Comandante Dodge aparecia em quarto, mas logo sobrava para penúltimo, voltou a ganhar posições por fora, mas na curva voltou a sobrar. Regal Obhion, Coração de Ouro, Joe Andretti e Ultra Bend vinham em seguida.
Na reta, CANTOS Y CUENTOS, na tocada de Marcelo Gonçalves, continuava mandando no páreo e Comandante Dodge começou a progredir junto à cerca interna. A 250 metros do disco Comandante Dodge já era segundo, mas seu jóquei, percebendo que não teria como avançar na cerca, tirou seu pilotado por fora, mas a vitória de CANTOS Y CUENTOS já estava desenhada e Comandante Dodge (6.Dodge) ficou com a dupla, a 4 corpos. Ultra Bend (5.Refuse To Bend) a 2 corpos progrediu para terceiro (sem ameaçar o segundo colocado), enquanto Desperado (4.Benny The Bull) a 1 1/2 corpo finalizava em quarto e Joe Andretti (4.Christine’s Outlaw) a 3/4 de corpo completava o marcador. A seguir: Desejada Poty, Regal Obhion e Coração de Ouro. Não correu: Jaguaré.
CANTOS Y CUENTOS, apresentado em forma impecável por Teófilo Oliveira, conquistou sua 6ª vitória (1ª clássica) num total de 18 saídas (todas na Gávea) e marcou 1’13”83 nos 1.200m, areia macia.


Cantos Y Cuentos, com M.Gonçalves, é muito veloz

 

SET TON, EM BELA RECUPERAÇÃO
Pilotado de Marcelo Gonçalves levou o Listed

         Depois de pular na última colocação, o potro SET TON (M.A.3a.RS - Drosselmeyer e Scalinatella, por Public Purse), criação do HARAS OLD FRIENDS LTDA e propriedade de Carlos Antonio Platzeck, dominou o CLÁSSICO ERNANI DE FREITAS (L), 2º páreo de domingo, 12 de novembro, no Jockey Club Brasileiro.
SET TON, com M.Gonçalves, pulou algo frio e Kingvic foi para a vanguarda, seguido por General Coelho, Quarteto de Cordas, Rafiq e SET TON, ordem que foi mantida até a entrada da reta decisiva.
Já na reta, Kingvic seguia resistindo aos ataques de Coronel Coelho e, junto à cerca interna, SET TON engrenou e começou a estreitar a diferença que o separava dos ponteiros. Nos 200 metros finais, SET TON já era segundo e logo depois dava carga sobre o ponteiro, livrando pescoço sobre Kingvic (Pioneering), que formou a dupla. Quarteto de Cordas (Rock Of Gibraltar) a 1 1/2 corpo foi o terceiro, com General Coelho (Rock Of Gibraltar) a 1 1/2 corpo em quarto e Rafiq (Pioneering) a 1 corpo na quinta colocação, dando números finais ao placar.
SET TON, apresentado em forma perfeita por José Ferreira dos Reis, obteve sua 2ª vitória (1ª clássica) em apenas 6 tentativas, sem jamais deixar de figurar na quadrifeta. O tempo para os 1.500m, grama (3m) leve, foi de 55”80.


Set Ton, com M.Gonçalves, era o menos apostado

 

PER-PIACERE, COM PULE DE R$ 32,40
Leandro Henrique dirigiu a filha de Plenty Of Kicks

         Numa direção magistral de Leandro Henrique, a potranca PER-PIACERE (F.C.3a.SP - Plenty Of Kicks e Pemaquid, por Deputy Minister), criação do HARAS SAN FRANCESCO e propriedade do Stud Criação Seabra, venceu nos metros finais o CLÁSSICO OCTÁVIO DUPONT (L), 5º páreo da reunião de domingo, 12 de novembro, na Gávea.
Enquanto Sabbra pulava em último, Fly To Lorenza saía na frente, mas logo era superada por Guanabara. Jolie Mabi, Festa Pronta, Fool Proof, Olympic Havanna, PER-PIACERE e Sabbra vinham em seguida.
Na reta final, Guanabara procurava resistir ao avanço das componentes da parelha do Haras Santa Maria de Araras (Fool Proof e Festa Pronta). Leandro Henrique trazia PER-PIACERE no fundo do pelotão, sem espaço para progredir, mas quando percebeu brecha próxima à cerca interna lançou sua pilotada por ali e começou a ganhar terreno entre Guanabara e Festa Pronta. Sempre na tocada vibrante de Leandro Henrique, PER-PIACERE cruzou a meta com vantagem de pescoço sobre Fly To Lorenza (Wild Event), que progrediu por fora para terminar na segunda colocação. Sabbra (Agnes Gold), em bom final, a 2 corpos foi a terceira, com Guanabara (Silent Times) e Jolie Mabi (Rock Of Gibraltar) empatadas - a 1/4 de corpo na quarta colocação. Depois chegaram: Foolproof, Festa Pronta e Olympic Havana. Risolutezza não foi apresentada.
Depois de 8 largadas, PER-PIACERE conquistou sua 3ª vitória (1ª clássica), muito bem apresentada por Ronaldo Marins Lima. O tempo para os 1.500m, grama (3m) leve, foi de 1’28”42.


Per-Piacere, com L.Henrique, explodiu no final


 

 
 

© 2017 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.