Gávea
 
 
 

HIPÓDROMO DA GÁVEA - RIO DE JANEIRO

GAIVINA E GET SHORTY, DEU A DOBRADA
Brilharam mais uma vez Valdinei Gil e Christiano Oliveira

         GAIVINA (F.C.2a.RS - Gone Astray e Calandra-USA, por Put It Back), criação e propriedade do Haras Santa Maria de Araras, venceu a PROVA ESPECIAL INDIAN CHRIS, carreira dedicada a potrancas inéditas de 2 anos, 3º páreo da reunião de sábado, 14 de abril, no Hipódromo da Gávea.
Na largada, reduzido a cinco competidoras - em defesa de quatro números, em razão da deserção de Jura Pra Ti -, Perigoosa (com dois os) pulou com pequeno atraso, mas logo se aproximou das demais. Guerra Santa puxava o ritmo, seguida de perto por GAIVINA, Little Bad Girl, Get Shorty e Perigoosa.
A 500 metros da meta, Guerra Santa foi superada por GAIVINA, que correu para a cerca interna e, com o Valdinei Gil sempre com o chicote na canhota, se defendeu dos ataques de Little Bad Girl. No disco, GAIVINA tinha vantagem de 3/4 de corpo sobre a companheira Get Shorty (Wild Event), que sacou cabeça sobre Little Bad Girl (Agnes Gold) nos instantes finais. Afastadas, Guerra Santa (Public Purse) - a 8 1/2 corpos - e Perigoosa (Public Purse) - a 2 3/4 corpos - chegaram na quarta e na quinta colocações, respectivamente.
GAIVINA, apresentada em ótimas condições por Christiano Oliveira, assinalou 1’23”48 nos 1.400m, grama (3m - apenas na reta final) leve.


Gaivina, com V.Gil, mais uma do “Dragão”

 

GARRISON VENCEU A PROVA ESPECIAL SUPER POWER
Pilotado de Leandro Henrique resistiu a Agassi

         O potro GARRISON (M.A.2a.RS - Discreet Cat e Name Of Rose, por Clackson), criação do Haras Anderson e propriedade do Stud Pedudu, venceu na tocada vigorosa de Leandro Henrique, a PROVA ESPECIAL SUPER POWER (dedicada a potros inéditos de 2 anos), 5º páreo de domingo, 15 de abril, no Jockey Club Brasileiro.
Enquanto MacLaren pulava devagar, Meu Shanghay assumia a liderança, resolutamente. GARRISON vinha em segundo, mas logo dominado por Galaxy Runner, com Agassi em quarto. Afastados apareciam Principe da Paz, Tanto Riso, Gone Hollywood e MacLaren. Mateiro não foi apresentado.
Na entrada da reta decisiva, os quatro primeiros corriam praticamente alinhados. No meio da reta, Galaxy Runner renunciou à luta, mas Meu Shanghay, GARRISON e Agassi seguiam na briga. Nos últimos 200 metros, exigido por Leandro Henrique, GARRISON foi para frente cruzando a meta 1 3/4 corpo à frente do segundo colocado, Agassi (Wild Event), ficando 1/2 corpo atrás finalizou Meu Shanghay (Shanghai Bobby). Nos metros finais, Principe da Paz (Poker Face) - a 1/4 corpos - tomou a quarta posição de Galaxy Runner (Drosselmeyer), que a 1 3/4 corpo completou o marcador. A seguir: Gone Hollywood, Tanto Riso e Maclaren.
GARRISON, apresentado na conta certa por Ronaldo Marins Lima, registrou 1’25” nos 1.400m, grama (com cerca móvel de 3m na reta) pesada.


Garrison, com L.Henrique, impressionou

 


 
 

© 2018 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.