CURTAS-PR
Dalton Mehl Andrusko

* PENSAMENTO DA SEMANA - “Quando a alma está feliz, a prosperidade cresce, a saúde melhora, as amizades aumentam, enfim, o mundo fica de bem com você. O mundo exterior reflete o universo interior.” (Mahatma Gandhi)

* DESTAQUE DA SEMANA - As diretorias do Jockey Club do Paraná (Roberto Belina) e da Associação dos Criadores e Proprietários de Cavalos de Corrida do Paraná (José Caetano Ferreira Neto) prestaram significativa homenagens as figuras do ex-presidente, criador e proprietário (Haras Rio Iguassu) Paulo Pelanda, pelos ótimos serviços prestados, sendo um dos responsáveis pela recuperação da nossa centenária entidade; Nestor Baptista, atual presidente do Tribunal de Contas do Estado do Paraná, titular da Coudelaria Baptista, em Tijucas do Sul, de onde saíram grandes craques, com destaque para No Ar, vencedor do GP Paraná 2017 e o deputado Abelardo Lupion (neto do ex-governador Moysés Lupion, que na década de 40 e 50 foi criador, proprietário, titular do Haras Santa Fé), que muito contribuiu para a recuperação da carta patente, “cassada devido às más administrações de diretorias anteriores”.


* PROVA ESPECIAL LUIZ JÁCOME DE ABREU E SOUZA - Reservada a Produtos de 3 e mais anos, em 1.600m. Cara Salto (Salto e Cara Sola por Cape Cross), de criação e propriedade do Haras Cima, brincou de correr, ganhando por 9 corpos, não dando trabalho algum para o Antonio Mesquita. Completaram a quadrifeta: Rio Camaquã, Charivari e I Persevered. Olívio Zantedeschi responde pelo preparo.

* PRÊMIO DOIS DE DEZEMBRO - 145 ANOS DE FUNDAÇÃO DO JOCKEY CLUB DO PARANÁ - Destinada a Produtos de 3 anos sem vitória em 1.200m, teve um desfecho sensacional, onde vários animais vieram em busca da vitória, prevalecendo o estreante Marquês de Riscal (Salto e Espectra por Spectrum), de criação e propriedade do Haras Garcez Castellano, treinamento de Edgar Araujo com uma senhora pilotagem de Ivaldo Santana. Completaram a trifeta: Gato Preto e Amuletto.

* AS DEMAIS PROVAS - 1º: Triunfo de Heart Crafty, que já entrou na reta dando as cartas, mostrando que não perderia. Atropelando nos metros finais Canadian Boy ficou com a dupla. 2º: Triunfo de Kanji, do Stud Zecão. Mostrou sobras, ganhando por vários corpos, surpreendendo os mais jogados. A dupla ficou com Jogo de Cartas. 3º: Desta feita Vinhaço não deu a menor chance aos rivais. Kard-Post, o favorito, ficou com a dupla. 4º: Em forte atropelada a estreante Nuvem Clara, mostrou mais competência. 5º: Aparecendo nos metros finais, Love do Iguassu, conseguiu livrar vantagem. Jerico Cat arrematou a seguir. 6º: Gatsby Di Tiger, confirmou o seu favoritismo, vencendo com folga. Starbarrack Road, bem que tentou, mas teve que se contentar com a dupla. 9º: Tchê Barbaridade, segundo mais jogado, venceu ao puro galope, com Vangelis na segunda colocação. 11º: Vingou a zebra Zaza Glory, faturando por mais de 4 corpos. Flying Filly, ficou com a dupla.

* AINDA - A média por páreo foi de R$ 25.487,92. 7º: Amuletto foi desclassificado do 2º para o 3º lugar, por prejuízos causados a Gato Preto. 9º: Soberana da Lagoa foi adquirida no Claiming por Maria Leonice do Nascimento da Silva. 11º: Avoante não completou o percurso.

* ATENÇÃO CRIADORES E PROPRIETÁRIOS DO BRASIL - Diante do retumbante sucesso da Pegasus Brasil 2018, os responsáveis pelo mesma (Tiago de Matos Leão e Luis Felipe Pelanda) já pensam em 2019. A bolsa será de R$ 200 mil. Até o último domingo, já tínhamos 6 confirmações.

* OS MELHORES - Jóquei: Valmir Rocha, com 4 vitórias (Kanji, Nuvem Clara, Love do Iguassu e Gatsby Di Tiger). Treinador: Marcio Gusso (Kanji e Nuvem Clara) e A.B.Pereira (Love do Iguassu e Gatsby Di Tiger). Destaque: Marcos Decki pelo triunfo de Just Speaker. Criadores: destaque para os Haras Palmerini (Heart Crafty e Just Speaker) e Old Friends (Vinhaço e Tchê Barbaridade). Proprietário: Stud Lecce. O animal mais bonito: ficou para a equipe de Antenor Menegolo Neto, treinador de Jaffar.

* ENCERRAMENTO - A derradeira reunião do ano será no próximo dia 20. Várias atrações, com destaque para as Provas Especiais “Lysimaco Franco Ferreira da Costa Neto”, em 2.000m, para Éguas de 3 e mais anos - Tabela II e “Aramys Bertholdi”, na milha, para Produtos de 3 anos - Tabela I. Ainda na programação, os Prêmios Emancipação Polícia do Estado do Paraná, Natal e Encerramento.

* PONTA E DUPLA - A criação paranaense brilhou no GP Consagração (G,3), no último sábado em Cidade Jardim. Royal Forestry (Forestry e Bela Val por Val Royal), de criação do Haras Belmont Ltda (Dante Franceschi), propriedade do Stud Fenômeno, foi o vencedor, deixando a mais de 3 corpos Sédulus (Salto), cria do Haras Santarém. O ganhador teve nas rédeas a joqueta Jeane Alves e no preparo Julio Cesar.    

* RECENCIAMENTO - No último, realizado no final de novembro, tínhamos 362 animais alojados na Vila Hípica, bem longe do que já foi a nossa população em décadas passadas, chegando em torno de 1.000. Veja a distribuição entre os treinadores: A.B.Pereira/A.Oldoni (21); A.Menegolo Neto (45); D.Zantedeschi (7); D.L.Albres (43); D.Antunes (24); E.Araujo (19); E.Soares (6); E.Vieira (12); F.A.Azevedo (12); F.Loezer (13); J.Cesar (29); L.R.Feltran (19); L.S.Borges (18); L.Verissimo (11); M.F.Gusso (23); M.V.Lanza (3); M.Decki/A.Andrade (21); O.Zantedeschi (29) e V.F.Rocha (7).

* COUDELARIA BAPTISTA - No sábado em Cidade Jardim, o seu crioulo Phantom Star, por Red Rock Canyon e Ilha da Magia (Fahim), surpreendeu os mais jogados, vencendo uma bela carreira, sob a tocada de J.Sousa. Mandou para o quilômetro, grama pesada, 57”477. Conta agora com 2 vitórias (CJ, TR).

* DE BANDEIRA A BANDEIRA - Mais uma conquista do Haras Springfield, desta feita na terça-feira (27) na Gávea, com Isla Vista, uma Amigoni e Sophia Glory (Siphon), vencedora em 1.400m, areia pesada, no tempo de 1’27”61.

* NOSSAS VITÓRIAS NA GÁVEA - Sweet Barbarian (Linngari), bem (1.600m-GM - 1’37”46); Figeac (Silent Times e Ventura Baby por Belo Colony), criação do Haras Santa Rita da Serra - Jairo Borges (1.600m-GM - 1’36”79); Deutsch (Shirocco e Royal Story por Royal Academy), criação do Haras Santa Rita da Serra (1.600m-GM - 1’36”47); Ludvika (Timeo), com categoria (1.600m-GM - 1’37”31); Gatta Bella (Discreet Cat), levo a melhor (1.500m-GM - 1’31”17); Jane Fonda (Top Hat e Dança do Ventre por Choctaw Ridge), criação do Haras Figueira do Lago (1.300m-AVP - 1’21”89).

* EM CIDADE JARDIM - A única ficou por conta de Blaster (Inexplicable e Blessed Valley por American Gipsy), de criação do Haras Caporanga (1.300m-AP - 1’18”209).

* HARAS CIMA - Na reunião disputada no Hipódromo da Lagoinha, em Goiânia, vitória de Louca Louca, por Trinniberg e Louquinhaporti (Ghadeer), de sua criação. É possuidora de 1 vitória no Tarumã.

* BRILHOU EM MAROÑAS - O Haras Las Madres venceu no último sábado como criador e proprietário, com o estreante Prelude, um filho de Red Rock Canyon e Pure Luck (Galileo). Os 1.500m, areia úmida, foram percorridos em 1’28”80.

 

 
 

© 2018 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.