Newton Domingues Kalil
 
kalil@ksir.com.br
 
 

HIPÓDROMO DO CRISTAL

ELEIÇÕES, ESTA É A PAUTA ATUAL.
VEM AÍ MAIS UM LADIES DAYS - SÁBADO, 26 DE MAIO.
A VIDA QUE RECONFORTA!

* Na semana passada, em referência feita por esta página ficaram concretizadas as duas chapas que concorrerão nas eleições do Jockey Club do Rio Grande do Sul para o exercício nas próximas três temporadas turfísticas.

* A Chapa 1, da situação, encabeçada pelo presidente Ricardo Menna Barreto Felizzola e com o Flávio Mainar Gomes como seu vice e a Chapa 2, da oposição, tendo José Vecchio Filho e Luiz Fernando Cirne Lima como candidatos aos dois cargos principais.

* Oportuno salientar que é forçar de mais a linguagem em se nominar como situação e oposição, uma vez que os quatro referidos turfistas possuem história de muitos anos unidos em mesmas diretorias e em prol do turfe brasileiro e digo isto de forma inquestionável.

* Assim, a disputa decorre do momento histórico em que vive a entidade, no qual depois da crise monumental sofrida pelo país a partir de determinado momento desta década e por ter antes feito uma parte da lição de casa ela - entidade - pode pensar em conquistar um novo espaço no seio da sociedade em geral e na atividade turfística em particular, por decorrência dos procedimentos adotados e que estão em pleno desenvolvimento alguns e em fase de concretização outros.

* A postura de todos os dirigentes envolvidos e de cabeças importantes do clube é no sentido de prosseguir com o realizado até aqui, sem descontinuidade, cada qual pregando métodos específicos para que a estabilidade financeira seja alcançada e os recursos advindos das corridas e suas apostas sejam utilizados para a melhoria da infraestrutura das mesmas, incluída nela - infraestrutura - a majoração da premiação como um todo, absolutamente defasada pelos custos que atropelam negativamente criadores, proprietários e profissionais.

* Junto com os procedimentos que virão dos eleitos e da contribuição que os demais continuarão a dar, mostra-se urgente que a nova diretoria tome consciência da necessidade de alteração substancial no Estatuto. Não é possível, nem de todo conveniente que o clube que anteriormente era o mais opulento proprietário imobiliário da cidade mantenha regramento social defasado das mais modernas condições para o exercício social e sua gerência.

* Há trinta anos venho pregando esta necessidade de modernização. A alteração estatutária que foi empreendida há duas décadas, já insuficiente e inconsistente para atender aquele momento, agora possui ares de deja vu.

* Vou ficando por aqui, pois o editor determinou texto menor nesta edição e a matéria, por ser recorrente, é tão importante que merece fazer parte da discussão eleitoral e de uma crônica específica.

* A reunião semanal do Cristal da próxima semana será realizada no dia 26, tendo como motivação especial o Ladies Day, evento que se tornou tradicional na programação do clube e que deverá atrair bom público ao hipódromo, principalmente aquele não muito vinculado ao esporte ou que dele se afastou pelas mais diversas razões.

* A expectativa é que a programação consiga a contribuição do outono que tem sido até aqui muito agradável, proporcionando, antes de tudo a convivência tão preciosa entre os entusiastas das corridas e, certamente, o comparecimento de muitos associados envolvidos com a eleição da semana seguinte.

* Na semana que passou a reunião de 9 páreos corridos em areia úmida, proporcionou o MGA de R$ 365.341,78 (R$ 276.280,28-RJ e R$ 89.061,50-SP), permitindo a média de quase 46.600,00 reais por páreo, 10% mais que aquela da semana anterior. Sistematicamente não é informado o arrecadado em remates e, por isto, o valor alcançado não é lançado.

* De qualquer maneira, é importante que no último mês, todas as reuniões tiveram um acréscimo na média por páreo e a torcida é que continue acontecendo este fator positivo.

* A principal prova da reunião consolidou a recuperação de um animal que depois de um começo de campanha exponencial, alternou boas e péssimas atuações. O Clássico Tribunal Regional do Trabalho, em 1.200m, viu a firme vitória de Samurai, conduzido por Claudinei Farias. O filho de Benny The Bull e Arteclara por Midnight Tiger, criado pelo competente Haras Cordilheira do Sul e propriedade do Stud Vinicius Roehrs, empregou bons 1’02” para derrotar None Of That (Advogado). O seu treinamento está a cargo de R.Martins, na qualidade de 2º gerente.


Samurai - Trotta Fotos

* Nesta semana estão programados nove páreos - sem prova clássica -, com um Pesos Especiais e da nova geração como os mais destacados.

* Na segunda-feira, 14 de maio, nasceu Mateo Kalil de Amorim que possui extensa linha baixa turfística e que veio festejado com a blusa preto diagonal e boné ouro de sua mãe Karina e o escudo do Internacional no peito, originado dela, do pai e dos avós de todas as linhas. A Karina é sócia do Jockey desde sempre, foi conselheira, é proprietária registrada e, casualmente, minha filha.

* Este neto, como todos os nascimentos bem vindos que todos nós festejamos, reconforta, nos dá mais amor e incentiva o impulso para continuarmos a trajetória da existência. 

 

 

 
 

© 2018 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.