Newton Domingues Kalil
 
kalil@ksir.com.br
 
 

HIPÓDROMO DO CRISTAL

GP BRASIL = UM SUCESSO. A VIDA CONTINUA!

* Em final de temporada sempre é importante fazer algumas contas e transformar os meses passados em estatística. Aqui no Cristal os acontecimentos do último ano trouxeram novidades de extrema importância para o maior clube de turfe gaúcho.

* A questão mais importante e polêmica é a que reúne a sistemática de apostas e a absoluta necessidade de encontrar uma forma de permitir que as corridas sejam superavitárias com a consequência de conceder aos criadores e proprietários uma possibilidade de diminuir os constantes déficits que sofrem por décadas e aos profissionais a concessão de uma atividade que permita dignidade para um maior número.

* O clube gaúcho desenvolveu um sistema de apostas de muita qualidade, mercê de sua parceria com a espanhola Codere que, infelizmente, se rendeu às dificuldades encontradas no país somado ao peso que a parceria do Jockey Club Brasileiro com a gigante francesa PMU vem impondo no cenário turfístico.

* Diante deste quadro o clube local se permitindo resolver seu contrato com a empresa espanhola em excelentes condições, foi à luta e está desenvolvendo por sua conta excelente comissionamento nas apostas internacionais, diariamente exploradas nos seus terminais.

* Na realidade, com a mudança do eixo administrativo do Jockey gaúcho, mercê do resultado da recente eleição da dupla Vecchio-Cirne Lima, é esperado que a diretoria que sai, em especial o dinâmico presidente Ricardo Felizzola venha demonstrar que suas ideias neste setor das apostas estão possibilitando uma melhor, maior e mais controlada gestão no concernente ao comissionamento das apostas.

* De qualquer forma os novos dirigentes têm de se empenhar na continuidade dos acordos gerados nesta área, uma vez que a tendência é que esta internacionalização das apostas venha permitir o clube tomar fôlego e planejar de forma mais consistente a premiação das corridas locais e diminuir os encargos que recaem nas costas dos proprietários.

* Importante frisar, também, que a nova diretoria deverá, logo que assumir, estabelecer as condições, regras e procedimentos para a ocupação da nova Via Hípica, cujas obras estão em ritmo intenso e que deverão até o final do ano estar concluídas na sua parte material.

* É essencial que esta transição seja efetuada de forma racional e com o menor ruído possível para todos os interessados. Como os imensos locais hoje existentes não mais existirão, além da ocupação específica, as regras de funcionamento, os custos, o manuseio dos animais e outros tantos itens relativos à atividade deverão ser claros e quando polêmicos, discutidos para que se mostrem claros e, na medida do possível, definitivos.

* O melhor de tudo isto é que não existe na transição das diretorias nenhuma irregularidade ou acusação. Tanto o presidente que sai como o que entra têm muito em comum nos tratos das coisas do clube, não havendo nenhuma situação oculta ou permissiva e, principalmente, não há bruxa a solta para ser caçada. Assim, vamos em frente, com a certeza de que os sócios reconhecem os esforços e acertos da gestão anterior e trazem na vontade das urnas que o futuro da entidade se consolide com positividade.

* Rapidamente falando em estatística local, parece consolidada a vitória entre os jóqueis do Marcelo B. Souza e a continuidade até o final do mês - e da temporada -, no que diz respeito aos treinadores, com Luciano Arias e Herminio P. Machado disputando passo a passo o galardão mais desejado.

* Na semana passada a reunião semanal do Cristal foi na quinta-feira em razão do festival de reuniões na Gávea, a partir da sexta.

* A principal prova da semana foi o Clássico Prefeito Municipal, na milha e com somente cinco inscritos. Apesar do amplo favoritismo de Mucho Fon (Bold Start), que chegou em segundo, a vitória coube a Great Canal (Mutasallil e Estrela Dalva por Spectrum), que não corria desde janeiro. Seu reaparecimento foi com muita autoridade, demonstrando que está na sua melhor forma e imporá grandes dificuldades aos seus adversários para ser derrotado. Claudinei Farias e Adriano Soares, perfeitos com o defensor da Coudelaria F.B.L..


Great Canal - Trotta Fotos

* Participei de mais um GP Brasil, talvez o melhor da última década. O JCB estava repleto de jovens e crianças e os espaços muito bem preenchidos. Enfim, foi uma linda e grande festa!

* Tivemos no Rio de Janeiro uma reunião do futuro presidente José Vecchio Filho e do jornalista Marcos Rizzon com o presidente da PMU - Sr. Joseph - e com o eficiente Fred. Uma negociação foi iniciada e deverá prosseguir após a posse da nova diretoria.


Fred, Joseph, Vecchio e Rizzon

 

 
 

© 2018 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.