ROYAL FORESTRY (FORESTRY), COM A JEANE ALVES INSPIRADÍSSIMA
O crioulo do Haras Belmont Ltda pertence ao Stud Fenômeno

No sábado, 9 de janeiro, foi disputado no Jockey Club de São Paulo o GP PRESIDENTE ANTONIO CORREA BARBOSA (G.3), R$ 18 mil, em 2.200m, areia pesada, reunindo quatro Produtos de 3 e mais anos.
Êxito após linda reta final de ROYAL FORESTRY (M.C.5a.PR - Forestry e Bela Val por Val Royal), de criação do HARAS BELMONT LTDA (Dante Franceschi) e propriedade do STUD FENÔMENO, que pilotado de forma maravilhosa pela JEANE ALVES, garantiu 2 ½ corpos sobre Kopenhagen (4.Midshipman); ficando no terceiro posto a 14 ¼ corpos Ultra Bom (5.Quick Road) - que decepcionou -; 15 corpos à frente do quarto colocado My Toya Sunshine  (5.T.H.Approval) - que sentiu dos anteriores -. Não correu: Quiron.
O vitorioso é treinado pela colorado JULIO CESAR (PR) e assinalou 2’13”634 para o percurso. Esta foi a 12ª vitória (9ª clássica - 5 Provas Especiais, 1 L e 3 G.3) de Royal Forestry, além de 8 colocações (5 clássicas) em 22 aparições (16 CJ, 6 TR).


Royal Forestry, com Jeane Alves, tem predileção pela pista de areia paulistana

 

 



© 2020 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.